Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas



×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1017

Mostrando itens por tag: NFC

A Nota Fiscal Cidadã (NFC) tem transformado a realidade dos projetos sociais em Alagoas. Prova disso é que o Lar São Domingos realizou uma série de reformas em sua sede, utilizando recursos adquiridos nos sorteios da campanha. As novas instalações da entidade foram inauguradas nesta quinta-feira (21).

 

As obras foram promovidas em diversas áreas do casarão, onde há quase 100 anos funcionam as atividades diárias do projeto social, oferecendo assistência às crianças, jovens e famílias carentes da região. As melhorias foram realizadas nas áreas externa e interna do ginásio, biblioteca, no prédio-sede e na parte elétrica da instituição.

 

Reforma do Lar São Domingos / Fotos; Ascom/Sefaz

 

“Ainda conseguimos dar início à implantação do projeto de combate a incêndio e pânico da nossa entidade”, complementa a gerente administrativa do Lar São Domingos, Rafaele Soriano.

 

A entidade recebeu R$ 55 mil em premiações na Campanha em 2017. E, ganhou  mais R$30 mil no sorteio de Natal, realizado na última quarta-feira (20). Neste fim de ano, a Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) também doou oito mil itens de vestuário (masculino, feminino e infantil) para as instituições participantes da NFC. As doações são provenientes de mercadorias apreendidas sem documento fiscal.

 

De acordo com Lar São Domingos, as itens serão usadas no Bazar Fraterno com intuito de arrecadar fundos para a entidade.

 

 

Reforma do Lar São Domingos / Fotos; Ascom/Sefaz Reforma do Lar São Domingos / Fotos; Ascom/Sefaz Reforma do Lar São Domingos / Fotos; Ascom/Sefaz

Informações adicionais

  • Chapéu TRANSFORMAÇÃO
  • Bigode Entidade recebeu R$ 55 mil neste ano em premiações e ganhou mais R$ 30 mil no sorteio de Natal
  • Repórter Débora Vieira

O Natal chegou repleto de felicidade e boas novas para quem ganhou alguma das premiações no sorteio da Nota Fiscal Cidadã (NFC), que aconteceu na manhã desta quarta-feira (20), na sede da Cruz Vermelha, em Maceió.

 

Ascom/Sefaz

 

Foram sorteados R$ 800 mil, distribuídos entre pessoa física e entidades sociais, totalizando, R$ 400 mil para cada categoria. As premiações variam entre R$ 100 e R$ 40 mil. Foram consideradas aptas ao sorteio as notas fiscais levantadas entre 1º de setembro e 31 de outubro deste ano.

 

Para esta edição foram gerados 116.302 bilhetes, correspondentes a 46.282 CPFs participantes. Já para as 70 instituições cadastradas e aptas a concorrer, o total de bilhetes foi de 6.039. Ao todo foram 1.538.186 notas fiscais nesta edição.

 

A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal) é uma das instituições que têm muito a comemorar no sorteio de Natal da NFC. Pela primeira vez, a entidade ganhou R$ 5 mil, e o valor será revertido para adquirir uma das dez cadeiras de rodas que serão usadas nas aulas de basquetebol para pessoas com deficiência.

 

“Com o prêmio, daremos o primeiro passo no nosso projeto. Nós buscamos a inserção da pessoa com deficiência na sociedade, e o esporte é um dos recursos que utilizamos”, declara o presidente da Adefal, João Pereira.

 

Ascom/Sefaz

 

Outra entidade que levou R$ 5 mil foi a Creche Escola Jesus de Nazaré, que já soma R$ 25 mil nos sorteios na NFC. Com o dinheiro, a ideia é comprar um carro para auxiliar em suas atividades diárias.

 

“Espero que o povo de Alagoas compartilhe e adote ainda mais a nossa instituição. A campanha é importante, principalmente para os projetos sociais de periferia que não tinham oportunidades e nesse Governo estão tendo”, opina a diretora da creche, Cícera Benedita Reis.

 

Transformação

 

O projeto Cruz Vermelha também tem motivos para celebrar. Durante o sorteio de Natal, a entidade apresentou as mudanças promovidas com os recursos da NFC. Nesses dez meses de participação no programa, a entidade ganhou quatro sorteios de R$ 5 mil, arrecadando ao todo a quantia de R$ 20 mil.

 

O dinheiro foi investido em uma sala de informática e na recuperação da quadra de esporte. Na ocasião, o coral do Lar da Menina ainda realizou uma apresentação com músicas natalinas.

 

Ascom/Sefaz

 

“A NFC é de fundamental importância para a Cruz Vermelha Brasileira de Alagoas. Ela possibilita ao pessoal carente do entorno acesso à informática e práticas de esporte, fornecendo conhecimentos e qualidade de vida”, explica Suely Quintela, vice-presidente da CVB-AL.

 

Há mais de 100 anos, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha atua com imparcialidade na missão de prevenir e atenuar o sofrimento humano. Com trabalhos de assistência e proteção à população civil, a entidade está instalada em Alagoas desde 1951.

 

Como fazer o bem

 

Ao pedir o CPF na nota e se cadastrar na Nota Fiscal Cidadã é possível compartilhar notas fiscais com alguma instituição cadastrada no programa. Ao todo são 73 entidades aptas. A cada 10 notas fiscais o consumidor ganha um cupom. Quando compartilha algum, ganha o número de cupons em dobro. O site oficial para participar é o www.nfa.sefaz.al.gov.br/nfa/login.aspx?Ret

 

Vencedores

 

Para conhecer os vencedores do Sorteio de Natal, a lista pode ser encontrada no site da campanha (nfcidada.sefaz.al.gov.br/resultados).

 

Confira abaixo os nomes dos primeiros colocados: 

Entidades:

1º R$ 40.000,00 – Apala

2º R$ 30.000,00 – Lar São Domingos

3º R$ 25.000,00 – Casa de Ranquines

4º R$ 20.000,00 – Instituto Espírita Manoel Batista

5º R$ 15.000,00 – ADEFSMIC

 

Pessoa Física:

1º R$ 40.000,00 – Lúcio Araujo Duarte

2º R$ 30.000,00 – Virginia Goretti Acioli do Carmo

3º R$ 20.000,00 – Maria Aparecida Ribeiro Cavalcanti de Magalhães Mauricio

4º R$ 15.000,00 – Milena da Silva Santos

5º R$ 10.000,00 – Ingrid Breda de Gusmão Pereira

 

 

Ascom/Sefaz Ascom/Sefaz Ascom/Sefaz
Ascom/Sefaz Ascom/Sefaz Ascom/Sefaz
Ascom/Sefaz Ascom/Sefaz Ascom/Sefaz

Informações adicionais

  • Chapéu CPF NA NOTA
  • Bigode Foram sorteados R$ 800 mil, distribuídos entre pessoa física e entidades sociais
  • Repórter Débora Vieira

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) realiza mais um pagamento em créditos do Programa Nota Fiscal Cidadã (NFC). Foram beneficiados 472 consumidores. As solicitações, que ocorreram entre 1º de novembro e 3 de dezembro, geraram um total de R$ 53.516,46.


Do início da campanha até agora, foram pagos R$ 4.173.436,05. Esta é a 12ª remessa de acordo com o calendário de pagamento. O valor pertinente ao mês de novembro estará disponível nas contas cadastradas na campanha a partir desta quarta-feira (20).

 

A apuração dos créditos é realizada depois de efetuar o Registro Eletrônico de Documentos Fiscais (REDF) no prazo estipulado na IN 36/2008. Vale ressaltar que as exclusões dos valores acontecem uma vez por ano.

 

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (82) 3315-7828/7825. Ou mesmo pessoalmente na Gerência de Educação Fiscal, em Jacarecica. E há também a opção de mandar sua dúvida para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Informações adicionais

  • Chapéu NA CONTA
  • Bigode Rendimentos se referem às solicitações realizadas no mês de novembro até 3 de dezembro
  • Repórter Tatyane Barbosa

Concretizador de sonhos. É a definição do Programa Nota Fiscal Cidadã (NFC). Mais uma entidade filantrópica teve o projeto finalizado, graças ao dinheiro ganha na campanha – R$ 20 mil. Foi a vez do Instituto Estrela de Jesus que pôde adquirir um freezer, televisão, cobertura acrílica da sede, bem como a pintura interior do prédio e a construção de um recinto fechado para a depuração de compostos residuais domésticos. Além de portas e janelas novas.

 

Em quatro sorteios consecutivos, a instituição foi premiada com R$ 5 mil, totalizando R$ 20 mil. A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) participou, na quarta-feira (13), do momento de celebração dos itens conquistados.


O Instituto atende 45 famílias em vulnerabilidade social. Compostas por crianças, adolescentes, adultos e idosos. As atividades desenvolvidas visam assegurar saúde, educação, esporte e lazer para todos. Com programas nessas áreas, a entidade disponibiliza palestras educativas; alfabetização; cestas básicas, mensalmente; acompanhamento e enxoval para gestantes.


“A participação na campanha [NFC] foi de suma importância, pois não teríamos como fazer melhorias no prédio sem esses prêmios”, afirma a responsável pelo Instituto Estrela de Jesus, Naílza Vítor, mencionando que o projeto elaborado foi concluído, mas há outro em vista. “Nossa intenção, agora, é juntarmos dinheiro para obter um terreno ao lado e expandir os trabalhos”.

 

 

A gerente de Educação Fiscal, Glacia Tavares, explica que a cada projeto finalizado pode-se apresentar um novo e continuar participando da campanha e concorrendo aos prêmios.


“O objetivo é ajudar aqueles que mais precisam de forma a concretizar desejos que eram inalcançáveis sem a NFC. Com um ano de campanha, já vimos muitos feitos. São 73 instituições cadastradas e, muitas delas, estão desde o início. Foram muitos sonhos realizados. E queremos concretizar muitos mais”.

 

Vale ressaltar que o cidadão também pode colaborar com as entidades. Basta adotar no sistema e, automaticamente, as suas notas fiscais serão compartilhadas. Lembrando que os bilhetes são dobrados, quando se quando se compartilha, aumentando as chances de ganhar. 

 

 

 

Informações adicionais

  • Chapéu CONQUISTA
  • Bigode Medida prevê a melhoria das atividades desenvolvidas para os assistidos; aquisição de aparelhos eletrônicos e reformas no prédio compõem o projeto
  • Repórter Tatyane Barbosa

A “Jornada da Educação Fiscal” na Escolha de Ensino Integral Marcos Antônio, localizada no Benedito Bentes, chegou ao fim nesta segunda-feira (27). E, o saldo da ação não poderia ter sido melhor: os alunos conseguiram centenas de novos cadastros na Nota Fiscal Cidadã (NFC) que escolheram oito projetos sociais participantes da Campanha para serem beneficiados.

Após semanas de trabalho e empenho, os estudantes cumpriram a missão imposta na Jornada. Pelo menos é o que mostra os números da Sefaz/AL. No total, foram contabilizados aproximadamente 300 CPFs inscritos no Programa NFC. Todos esses cadastros tiveram que escolher uma dos oitos projetos sociais participantes (APALA, Lar São Francisco de Assis, Cren, Cruz Vermelha, Associação Acolhimento Mãe das Graças, Casa Raquin e Creche Escola Jesus Nazaré) para o compartilhamento de cupons fiscais.

“Essa dinâmica com os alunos possibilitou que a gente exercitasse a cidadania, mostrando que educação fiscal não é só estudar matemática, impostos e tributos, mas também o exercício do bem! Queremos que esse conhecimento alcance não só os alunos, mas também os professores, familiares e amigos, que é possível ajudar o próximo pedindo o CPF na nota”, opinou a diretora adjunta da Escola, Rosângela Rodrigues.

O coordenador pedagógico do Programa de Educação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL), Yuri Miranda, também concorda que a participação dos alunos vem somar à Campanha. “É uma forma também de difundir os benefícios ao exigir a nota fiscal e como isso contribui para o desenvolvimento de Alagoas”, explica.

As três instituições que mais receberam inscritos foram: O Lar Francisco de Assis, Apala e a Escola Jesus de Nazaré. Juntas somaram 182 cadastros.

Recompensa

Para estimular a competição, a Sefaz/AL premiou os três alunos com o maior número de cadastros. O primeiro lugar ficou com Aniel Ferreira do 1º C, que levou para casa um X-BOX. Já o segundo colocado, Arthur Felipe do 2º A, ganhou um Playstation 3 370gb (2° colocado) e o terceiro ganhador foi Carlos André do 2ºB, que também recebeu um Playstation 3. Segundo a Educação Fiscal, os prêmios são derivados de mercadorias apreendidas pelo fisco alagoano.

Como fazer o bem

Ao pedir o CPF na nota e se cadastrar na NFC é possível compartilhar notas fiscais com alguma instituição cadastrada no programa. Ao todo são 72 entidades. A cada 10 notas fiscais o consumidor ganha um cupom. Quando ele compartilha, ganha o número de cupons em dobro.

Para aderir à Campanha e realizar o compartilhamento das notas fiscais com algum projeto social, o consumidor deve solicitar o cadastro por meio do site www.sefaz.al.gov.br/nfc, e incluir o CPF nas compras diversas em estabelecimentos comerciais para acumular créditos.

Para mais informações é possível entrar em contato com a Gerência de Educação Fiscal, em Jacarecica, o Já do Farol e Shopping Pátio Maceió ou ainda pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Informações adicionais

  • Chapéu FAZENDA
  • Bigode Com objetivo de apoiar instituições sociais, alunos competiram para acumular maior número de cadastros válidos no Programa
  • Repórter Débora Vieira
Sexta, 17 November 2017 17:13

Nota Fiscal Cidadã paga R$ 165 mil em créditos

Solicitar a nota fiscal e informar o CPF no ato da compra. Esses são os passos necessários para concorrer aos créditos da campanha Nota Fiscal Cidadã (NFC). Em mais um sorteio mensal, o programa beneficiou 1.428 consumidores. As solicitações, que ocorreram entre 1 de outubro e 8 de novembro geraram um total de R$ 165 mil.

​​
Com a Nota Fiscal Cidadã, o contribuinte pode receber até 10% do ICMS que é recolhido pelos estabelecimentos. No entanto, o repasse não é feito automaticamente. É necessário solicitar a ação. A gerente do Programa de Educação Fiscal, Glacia Tavares, explica o procedimento.


“É muito importante que o cidadão esteja cadastrado no sistema para poder solicitar a transferência dos valores. O dinheiro é depositado na conta que o contribuinte cadastrar. Tudo muito simples e ágil.” Os pagamentos acontecem em contas correntes ou poupanças.

A cada dez notas fiscais é gerado um cupom para sorteio. Ao compartilhar notas com alguma das 71 instituições assistidas pela NFC a quantidade dobra. Os prêmios, que variam entre R$ 100 e R$ 30 mil, são sorteados mensalmente, bem como o pagamento dos créditos, que acontece em todos os dias 20.

 
No endereço nfcidada.sefaz.al.gov.br também é possível atualizar dados e verificar eventuais prêmios cadastrados. Anualmente os valores são excluídos e zerados. A apuração dos créditos é feita logo após o Registro Eletrônico de Documentos Fiscais (REDF) no prazo estipulado na IN 36/2008.

Informações adicionais

  • Chapéu ​BENEFÍCIOS​
  • Bigode Foram beneficiados 1.428 consumidores que fizeram solicitações entre 1 de outubro e 8 de novembro; pagamento acontece mensalmente aos dias 20
  • Repórter Felipe Miranda

No início deste mês o Programa de Educação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) esteve no município de Campo Alegre para ajustar os últimos detalhes de um novo projeto: a Gincana Solidária.  Na manhã desta terça-feira (21), o primeiro passo finalmente foi dado. A iniciativa, que é um misto de solidariedade e cidadania, vai envolver mais de 900 alunos do ensino médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Estadual Dom Comstantino Luers.

 

Trata-se de uma competição do bem. O desafio é conseguir novos cadastros para o Programa da Nota Fiscal Cidadã (NFC) e convencer os consumidores a adotar uma das instituições sociais do município: a comunidade dos Gênesis e o Instituto Céu Aberto.

 

“Já temos um regulamento e um cronograma que se estende até o dia 7 de dezembro. Os estudantes estão muito empolgados e já dominam todos os procedimentos para a adesão a NFC”, explica o coordenador pedagógico do Programa de Educação Fiscal, Yuri Miranda.

 

Quando o contribuinte se cadastra no Programa Nota Fiscal Cidadã existe a possibilidade de compartilhar cupons fiscais com alguma das 71 instituições sociais cadastradas. Ao adotar alguma instituição o cidadão tem o número de cupons dobrado. “É uma oportunidade para fazer o bem e ainda ganhar com isso.”

 

Nesta manhã, os líderes de todas as turmas da escola estiveram reunidos para um treinamento sobre o sistema da NFC. “A conscientização dos estudantes foi feita em uma primeira etapa. Hoje, conversamos sobre a premiação e a forma como toda a gincana vai se desenrolar pelas próximas semanas”, conta Yuri.

 

As três turmas que mais acumularem cadastros válidos no sistema vão ganhar, além de troféus e medalhas, uma viagem com todas as despesas pagas.  Segundo o coordenador, os resultados do projeto já estão sendo colhidos. “Está sendo desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Campo Alegre. Está sendo tudo tão positivo e estimulante que em breve estaremos com ações semelhantes em outros municípios.”

 

A diretora geral da Escola Estadual Dom Comstantino Luers, Maria Aparecida, conta que o objetivo da gincana dialoga diretamente com o que é pregado dentro das salas de aula. “Uma ação como essa desperta em nossos pequenos a vontade de estar envolvido com trabalhos voluntários. A gincana é sobre olhar para o próximo. Isso é muito valioso.”

 

A iniciativa também acabou angariando participantes dentro da própria instituição de ensino. “Eu não conhecia a NFC, mas a partir de agora não vou parar de pedir o CPF na nota. Me cadastrei e estou focado na tarefa de trazer mais pessoas para o programa”, revela o estudante do terceiro ano, José Darlan, de 17 anos.

 

 

Foto: Ascom/Sefaz  Foto: Ascom/Sefaz  Foto: Ascom/Sefaz

Informações adicionais

  • Chapéu EDUCAÇÃO E CIDADANIA
  • Bigode Com objetivo objetivo de apoiar instituições sociais, alunos da Escola Estadual Dom Comstantino Luers competem para acumular maior número de cadastros válidos na NFC
  • Repórter Felipe Miranda

Mais uma vez, a Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) concretiza o sonho de uma das instituições sociais cadastradas no programa Nota Fiscal Cidadã (NFC). Graças ao dinheiro ganho na campanha - R$ 72 mil -, a Associação Espírita Nosso Lar pôde revitalizar todo o prédio, construir parte de um bloco dedicado a cuidados com a saúde e consultórios de atendimento odontológico. As obras foram inauguradas nesta segunda-feira (13).

 

Ascom/Sefaz

 

No total, quatro mil famílias carentes estão inscritas na associação. De segunda a sábado, 300 voluntários prestam assistência à comunidade do Vergel do Lago, com serviços odontológicos e médicos e orientação para gestantes. Além disso, são desenvolvidos trabalhos em educação, assistência social, doação de alimentos e roupas, palestras e evangelização.

 

“Nossa agenda de atividades depende do auxílio das pessoas. O programa NFC nos ajuda a agilizar todo o processo para oferecer um ambiente mais agradável e propício aos assistidos”, ressalta o secretário da Associação Espírita Nosso Lar, Maximiliano Vilela.

 

Último sorteio

 

A solenidade foi marcada ainda pela entrega de prêmios do Dia das Crianças. Os valores variavam entre R$ 100 e R$ 30 mil. Resultantes de 110.100 bilhetes, correspondentes a 44.780 CPFs participantes. Quanto as 65 instituições cadastradas e aptas a concorrerem, o total de bilhetes foi de 5.260.

 

Ascom/Sefaz

 

“Receber R$ 15 mil  foi uma tremenda surpresa e um ótimo presente de final de ano. Vi a notícia do sorteio e fiquei aguardando o resultado no sistema”, menciona o terceiro colocado na categoria ‘Pessoa Física’, João Felipe, garantindo que sempre coloca o CPF no ato da compra.

 

Felipe argumenta que percebe a importância do Programa da Sefaz/AL, principalmente para as entidades sociais. “Ao ajudar outras pessoas, você se ajuda. Quem doa notas fiscais pode dobrar a quantidade de bilhetes eletrônicos para concorrer aos sorteios”.

 

Para se cadastrar basta acessar o link http://nfcidada.sefaz.al.gov.br/ e preencher os dados. Mais informações podem ser obtidas na Gerência de Educação Fiscal, em Jacarecica, no Já! do Farol ou no Shopping Pátio Maceió e pelos telefones (82) 3315-7828/7825.

 

 

Ascom/Sefaz  Ascom/Sefaz  Ascom/Sefaz  Ascom/Sefaz
Ascom/Sefaz  Ascom/Sefaz  Ascom/Sefaz  Ascom/Sefaz

Informações adicionais

  • Chapéu SOLIDARIEDADE
  • Bigode Inauguração das obras aconteceu junto com as premiações do último sorteio do Programa nesta segunda-feira (13)
  • Repórter Tatyane Barbosa

Vitória. Esta é a palavra que define a mais nova conquista para as instituições sociais cadastradas na Campanha Nota Fiscal Cidadã (NFC). É que neste mês saiu no Diário Oficial da União (DOU) o convênio 124/17, que autoriza o Governo do Estado a conceder isenção de ICMS nas saídas internas de veículos automotores, destinados a essas entidades alagoanas.
 

 

De junho a outubro, a medida passou por vários âmbitos até chegar à sua aprovação por todos os estados brasileiros. A iniciativa se deu pela equipe fazendária de Alagoas ao observar que muitos cadastros de entidades na NFC apresentam a necessidade de compra de veículo como meta.
 

 

A primeira etapa concluída foi passar pelo grupo de benefício fiscal. Em seguida, foi o debate do encontro da Comissão Técnica Permanente do ICMS (Cotepe). Por fim, houve o convencimento de todos após a reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).
 

 

De acordo com o representante da Cotepe por Alagoas, Marcelo Sampaio, o êxito na proposta aconteceu devido ao esforço dos envolvidos. “Nosso Estado teve o trabalho reconhecido e aprovado, é um dos únicos da Federação que vai ter o benefício concedido. O objetivo era conseguir esta vitória para beneficiar aqueles que mais precisam de ajuda”.  
 

 

Com o feito, a entidade pode utilizar a verba recebida no prêmio da Nota Fiscal Cidadã para adquirir um veículo com a exoneração do imposto que compete ao Estado, o ICMS. O procedimento é bem simples. Cada instituição deve gastar, no mínimo 70%, do valor adquirido no sorteio para o projeto apresentado junto a Sefaz/AL, enquanto os 30% restantes podem ser utilizados para custeio, conforme Legislação Estadual.

 

Oportunidade única
 
“A NFC foi a melhor coisa que aconteceu neste Governo para ajudar as instituições. Essa equipe da Sefaz é uma equipe que concretiza sonhos e está realizando o nosso sonho. Somos uma instituição de idosos carentes e vivemos de doações. Só uma campanha desta poderia nos contemplar com a maravilha que seria o transporte coletivo para esse pessoal ir no médico e também passear”, conta, entusiasmada, a presidente da Associação Acolhimento Mãe das Graças, Cicera Lisboa, ao saber que agora teriam o desconto do ICMS no veículo.
 

 

Há um ano  junta todo o dinheiro ganho na campanha para o projeto. Ao todo, foram acumulados R$ 67 mil. Contemplado em sete dos oito sorteios realizados desde que entrou no programa, o acolhimento pretende continuar com o trabalho de estimular as pessoas a solicitar o documento fiscal no ato da compra e pedir para adotá-lo no sistema.
 

 

“Determinação é o que nos move. Não usamos esse dinheiro, só acumulando, fazendo de conta que ele não existe, por conta desta finalidade. Quem se empenha consegue alguma coisa”, ressalta a presidente da Associação Acolhimento Mãe das Graças, Cicera Lisboa.
 

 

Entre as instituições que almejam a compra de um automóvel-van, estão a Associação Católica São Vicente de Paulo – Casa de Ranquines; Associação dos Amigos e Pais de Pessoas Especiais (AAPPE); Associação Beneficente dos Moradores do Colina II e Associação Beneficente Santa Terezinha.

 

 

Vale destacar que a exoneração do imposto entra em vigor após publicação de decreto.
  

 

Estimular a cidadania
 
O compartilhamento de notas fiscais não serve apenas para participar de sorteios. Mas também dá a oportunidade das instituições participarem do prêmio fixo, estipulado como 10% do total a ser sorteado, R$ 300 mil.
 

“A partir de mil notas, a entidade já participa do ‘rateio’. Então, mesmo que não seja contemplada no sorteio, terá direito a um percentual proporcional às notas compartilhadas. Há somente vantagens. Ao compartilhar, a pessoa física dobra a quantidade de notas fiscais, e a instituição adotada também ganha duas vezes”, explica a gerente do Programa de Educação Fiscal, Glacia Tavares.
 

O prêmio fixo e variável é definido na Instrução Normativa SEF Nº 44. Para as entidades sociais há esta diferença, no qual R$ 270 mil correspondem ao número variável e R$ 30 mil o fixo que beneficiam a todos que se empenham na campanha, independentemente de sorteio. Desta forma, a instituição pode ser contemplada duas vezes ou pelo menos uma em cada sorteio.

Informações adicionais

  • Chapéu CONQUISTA
  • Bigode Medida foi proposta pela Secretaria da Fazenda e publicada no DOU por meio do convênio 124/17
  • Repórter Tatyane Barbosa

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) segue com o calendário mensal de pagamento em créditos da Nota Fiscal Cidadã (NFC). Desta vez, 839 consumidores são beneficiados, totalizando um valor de R$ 99.609,22. O montante estará na conta dos cadastrados nesta sexta-feira (20).

 

De janeiro até agora, foram realizadas 14 remessas para pagamento. Somente em 2017, foi pago R$ 3.658.013,38. O valor pertinente ao mês de outubro estará disponível nas contas cadastradas na campanha a partir de amanhã.

 


A gerente do Programa de Educação Fiscal, Glacia Tavares, enfatiza a importância de estar cadastrado no Programa da NFC para receber o percentual de ICMS recolhido pelos produtos adquiridos.

 


“Não basta por o CPF no ato da compra. Tem que fazer esta solicitação, realizar o cadastro na campanha da Nota Fiscal Cidadã e acompanhar a liberação dos créditos. Posteriormente, efetua a transferência para a conta corrente ou poupança cadastrada no sistema”.

 


O procedimento é simples para transferir os valores disponíveis. Ao acessar o site nfcidada.sefaz.al.gov.br, basta selecionar a opção Acesso ao Sistema e, depois, ‘Consumidor’. Após, informa se é pessoa física ou jurídica e entra no sistema. Em seguida, deve ser solicitada a transferência do valor liberado para a conta cadastrada.

 

Mais informações podem ser obtidas na Gerência de Educação Fiscal, em Jacarecica, no Já! do Farol ou no Shopping Pátio Maceió. Ou mesmo pelos telefones (82) 3315-7828/7825. Há também a opção de mandar sua dúvida para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Informações adicionais

  • Chapéu DINHEIRO NA CONTA
  • Bigode Rendimentos se referem às solicitações realizadas de 1 a 30 de setembro
  • Repórter Tatyane Barbosa
Página 5 de 6