Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1017
Quinta, 23 June 2022 10:55

Adote uma instituição social e dobre suas chances de ganhar prêmios na Nota Fiscal Cidadã

Compartilhar notas fiscais ajuda entidades sem fins lucrativos a participarem de sorteios promovidos pela Secretaria da Fazenda de Alagoas. Compartilhar notas fiscais ajuda entidades sem fins lucrativos a participarem de sorteios promovidos pela Secretaria da Fazenda de Alagoas. Ascom Sefaz-AL

Você sabia que ao adotar uma instituição social dobra as suas chances de ganhar prêmios na Nota Fiscal Cidadã (NFC)? É assim que funciona a campanha da Secretaria da Fazenda de Alagoas, que já contemplou mais de 94 mil alagoanos desde 2016, com o valor de R$ 23.600.000,00. O simples ato de compartilhar notas fiscais beneficia consumidores e entidades cadastradas na NFC.

Ao efetuar uma compra de qualquer valor e pedir o CPF na nota fiscal, o cidadão pode compartilhar suas notas com uma das 116 instituições registradas. Quando faz essa adoção no sistema, automaticamente dobra a quantidade de bilhetes disponíveis para sorteio. Ou seja, ao escolher uma instituição, ocorre um compartilhamento de notas para ambos permitindo que os dois ganhem prêmios. Pessoas físicas precisam de apenas 10 notas fiscais para conseguir 1 bilhete, enquanto instituições sociais precisam de 50 notas para ter direito a 1 bilhete.

“Quando compartilha, você não está dando seus bilhetes para instituição social, você está ganhando vantagens nos sorteios realizados, além de contribuir com a missão do terceiro setor pela melhoria de diversos problemas que atingem a sociedade. Esse ato de solidariedade vem dando suporte para entidades que lutam pela inclusão social de crianças, adolescentes, idosos, gestantes, pessoas com deficiência física, dependentes químicos e tantos outros públicos assistidos”, explica a coordenadora da campanha Nota Fiscal Cidadã, Glácia Tavares. 

Cadastrado na NFC desde 2017, o Instituto Estrela de Jesus Recanto da Fé atende as comunidades carentes do bairro Jacarecica e regiões adjacentes, em Maceió. O Instituto fornece serviços na área da cultura, saúde, assistência social, religião e cidadania, em prol de melhorias nas condições de vida de famílias em vulnerabilidade social. A coordenadora do projeto, Nailza Vitor, comenta sobre o que já realizaram com o dinheiro ganho na campanha.

“Já participamos de vinte e nove sorteios e, no total, já ganhamos R$ 237.326,00. Com esse valor, nós temos melhorado a estrutura do prédio, assim como temos adquirido também equipamentos para melhorar o nosso atendimento, colocamos energia solar, já compramos computadores e TV, trocamos portas e janelas, reforçamos a estrutura com câmeras, cerca de segurança, pintura, construção de um estacionamento e também fizemos a aquisição de cestas básicas para doar às famílias assistidas”, comenta.

O Centro Espírita Francisco Filho também é uma das instituições que já foram beneficiadas pela Nota Fiscal Cidadã. Cadastrado desde o início da campanha, o Centro atende no bairro Ponta Grossa na capital alagoana e oferece ensino fundamental gratuito para crianças, atendimento espiritual, auxílio às pessoas idosas e gestantes carentes, dentre outros serviços de assistência social. 

“Recebemos no período de 2016 a 2022 um total de R$ 244.721,00, empregados nos serviços de restauração e reforma do prédio sede e nas despesas de custeio de pagamento de contas de energia, água, aquisição de gêneros alimentícios e nas despesas da escola. Sem os recursos da NFC não teríamos conseguido realizar nada do que fizemos”, enfatiza o presidente da instituição, Josival Souza Menezes.

Para se solidarizar com alguma das entidades sociais cadastradas na campanha, é só você entrar no site da Nota Fiscal Cidadã (http://nfcidada.sefaz.al.gov.br/), fazer o seu login com CPF, clicar em “Adotar” e escolher a instituição desejada.

Sistemática da NFC

Com a Nota Fiscal Cidadã, o consumidor tem a possibilidade de receber de volta até 10% dos impostos arrecadados via ICMS pelos estabelecimentos comerciais. A coordenadora da campanha, Glácia Tavares, ressalta sobre participação mais ativa do consumidor no processo de pagamento de tributos.

“A Nota Fiscal Cidadã tem como base a educação dos tributos. Estes impostos e taxas estaduais voltam para nós através de serviços públicos, como educação, lazer, segurança e saúde. Quando você exige sua nota fiscal e participa da campanha, você também concorre a prêmios. Então, além de você exercer a sua cidadania e o seu direito de consumidor, você também pode participar de sorteios a cada dois meses”, frisa.