1º Lab Fiscal debate novas ideias de transformação digital no setor público - SEFAZ - Secretaria da Fazenda do Estado de Alagoas
Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Segunda, 14 September 2020 17:45

1º Lab Fiscal debate novas ideias de transformação digital no setor público

O seminário online contou com a participação de mais de 120 pessoas que se conectaram à sala da videoconferência O seminário online contou com a participação de mais de 120 pessoas que se conectaram à sala da videoconferência Ascom Sefaz
A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL) realizou a primeira edição virtual do Lab Fiscal. O evento aconteceu nesta segunda-feira (14), onde trouxe discussão sobre novas ideias e capacidade de aplicar um pensamento inovador no setor público.

Com tema “Lab Fiscal e a cultura da inovação: A transformação digital com foco na maior eficiência administrativa”, o webinar foi transmitido pelo aplicativo de videoconferência Zoom, que contou com cases do setor público e do mundo privado com o propósito de fomentar a discussão em âmbito nacional e aculturar servidores a respeito da relevância de nova forma de trabalhar e de enxergar os processos internos e externos de uma empresa.

Na oportunidade, o secretário da Fazenda, George Santoro, parabenizou os integrantes da palestra e destacou a relevância da troca de experiência do setor público e privado. “É pensando no futuro de gestão e na implementação de solução que avançamos na melhoria da produtividade, principalmente neste novo momento que vivemos no mundo, no pós-pandemia”, finalizou Santoro.

A moderação do debate ficou por conta do secretário especial da Receita Estadual, Luiz Dias. “Todos os estados estão prestes a realizar o 2º Profisco, devemos mudar o mindset e aplicar uma cultura muito mais inovadora, através de metodologias, buscando sempre a participação da iniciativa privada. É muito importante a interação dos setores públicos e privados na construção de novas soluções que vão impactar os usuários dos serviços públicos”.

A coordenadora do Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Estado do Ceará, Jessika Moreira, explicou o processo de implantação do Laboratório e como pode ser um acelerador da transformação digital na administração pública. “Inovar no governo não é mais uma escolha. Quando os nossos colegas passam por uma nova forma de idealizar projetos, isso já faz parte da cultura de inovação. No digital temos que entregar uma única porta, uma facilidade ao cidadão porque a tecnologia permite isso”.

A Group Product Manager da Neon – Fintech, Gabriela Mozas, pontuou como as startups utilizam o mindset de agilidade na prática para criar um diferencial, com exemplos do dia a dia e suas estruturas. “Está todo mundo querendo resolver um problema, se você consegue trazer as pessoas para resolver o problema, com certeza a gente consegue engajar e trazer todo mundo para a mesma página e mudar o mindset”.

O sócio e gerente da EloGroup Consultoria, Marcello Ponce Fonseca, explanou sobre o panorama da inovação no setor público através da metodologia ágil, com enfoque no Lab. Fiscal da Sefaz Alagoas. “ O Lab é a primeira iniciativa que está preocupado em perenizar fortemente as soluções e produtos criados pela casa. A ideia é tratar de projetos para sanar os futuros-presentes, porque alguns desafios do presente apresentam baixa capacidade de continuidade”.


E quem perdeu a transmissão, basta acessar o canal da Sefaz Alagoas no YouTube através do link https://www.youtube.com/watch?v=WCjuCMXQDmo.

O que é Lab Fiscal

O Lab Fiscal foi lançado pelo órgão em maio deste ano e tem como objetivo principal fomentar a cultura da inovação, com foco no estabelecimento de parceiras entre o setor privado e púbico, desenvolvendo um capital intelectual no Estado.

O Laboratório de Aceleração de Resultados e Inovação Fiscal é um espaço criativo e colaborativo destinado à cocriação, exploração de testes de ideias, conceitos ou sugestões, objetivando o desenvolvimento e aprimoramento de novos produtos, soluções, serviços ou reformulação de processos de trabalho, com o intuito de alcançar maior eficiência institucional.

Dentre outros objetivos estão a abertura de espaço para a participação da sociedade na concepção de projetos inovadores no âmbito da Fazenda pública e o apoio aos setores da Sefaz na busca de soluções para problemas complexos, tomando por base metodologias de inovação e inteligência que considerem a empatia, colaboração e a experimentação.