Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Terça, 29 Agosto 2017 16:00
MAIS CIDADANIA

Secretaria da Fazenda promove educação fiscal no interior de Alagoas

Atividades acontecerão em Viçosa durante a 7ª edição do Governo Presente

Programação contará com atividades lúdicas para crianças sobre tributos e cidadania Programação contará com atividades lúdicas para crianças sobre tributos e cidadania Mik Moreira
Texto de Débora Vieira

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL), em parceria com a Receita Federal, levará atividades de educação fiscal para o município de Viçosa, na próxima sexta-feira (1º), durante a 7ª edição do Governo Presente.

 

De acordo com a gerente do Programa de Educação Fiscal (PEF) da Sefaz/AL, Glacia Tavares, a programação terá início às 8h30, na Escola Municipal São José, que contará com atividades interativas sobre impostos, tributos e cidadania. Outra instituição contemplada com a ação é a Escola José Pimentel.

 

“Vamos falar sobre a função social dos tributos para os alunos de forma dinâmica. Queremos que eles entendam como tudo isso é importante na construção e manutenção de uma sociedade”, pontua Glacia Tavares.

 

Para fortalecer ainda mais a educação fiscal na região, a Sefaz/AL também realizará uma reunião com os diretores dos colégios do município, que acontecerá na Secretaria de Educação de Viçosa, às 10h.

 

“Esse evento marca a retomada das atividades educacionais voltadas para a conscientização fiscal dos alunos em Viçosa. Queremos que, por meio de teatro, paródias e jogos, os alunos aprendam cada vez mais sobre o tema. Por isso é importante a reunião com esses educadores”, acrescenta a representante estadual do Programa Nacional de Educação Fiscal, Valéria Bezerra.

 

Solidariedade

 

Finalizando as atividades da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas no Governo Presente, cerca de 360 itens de vestuários serão doados aos alunos das duas escolas que contarão com as atividades do PEF. Os materiais distribuídos foram retidos pelo Fisco alagoano, devido à falta de documentos fiscais e de regularização.