Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Segunda, 17 Julho 2017 12:26
CAMPANHA

Nota Fiscal Cidadã leva orientações à instituição cadastrada no programa

Programa de Educação Fiscal da Sefaz esteve na sede da Pestalozzi para esclarecer dúvidas; entidade atua há mais de 40 anos com assistência social

Palestra na Pestalozzi esclareceu as dúvidas de colaboradores sobre a importância da Nota Fiscal Cidadã Palestra na Pestalozzi esclareceu as dúvidas de colaboradores sobre a importância da Nota Fiscal Cidadã Ascom Sefaz
Texto de Felipe Miranda

O Programa Nota Fiscal Cidadã (NFC) segue promovendo o combate à sonegação fiscal ao beneficiar os cidadãos alagoanos com a devolução de até 10% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) recolhido. Apenas no primeiro semestre deste ano foram pagos R$ 740.725,45 para consumidores que solicitaram o documento fiscal com CPF no ato da compra.

Com o intuito de esclarecer dúvidas sobre a iniciativa, nesta sexta-feira (14), representantes do Programa de Educação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) realizaram uma visita à Associação Pestalozzi de Maceió, uma das entidades cadastradas na campanha.

“Solicitamos uma palestra para esclarecer a todos os nossos colaboradores sobre a importância da NFC. Participar desse projeto possibilita a conquista de recursos para que possamos, cada vez mais, aprimorar os nossos trabalhos”, explica a vice-presidente da Pestalozzi Maceió, Silvia de Souza Campos.

Com unidades na capital e em Arapiraca, a Pestalozzi atua prestando serviços de assistência social há mais de quatro décadas. O contribuinte que se cadastra no programa da Sefaz pode adotar uma instituição para doar créditos acumulados.

“O encontro de hoje foi uma missão. A ideia foi que tirássemos todas as dúvidas dos nossos colaboradores para que a mensagem da NFC possa ser passada para frente. Assim podemos orientar futuros participantes. Cadastrar-se, pedir a nota, apoiar um projeto social. Todo esse trâmite é valioso para nós”, defende Silvia Campos.

A Pestalozzi atua em várias frentes. Saúde da pessoa com deficiência, políticas de inserção no mercado de trabalho e reabilitação são algumas delas. “O nosso trabalho abrange uma assistência entre recém-nascidos e pessoas da terceira idade.” Ao todo, 40 integrantes da entidade participaram da palestra.

Segundo a gerente do Programa de Educação Fiscal da Sefaz, Glácia Tavares, é importante que os dados cadastrados no perfil da NFC estejam atualizados. Mais que isso, é importante fazer, primeiramente, um cadastro.

“Se você está inserindo o CPF na nota há seis meses ou um ano sem ter um cadastro no programa, não tem problema. Basta criar um perfil agora que todas as inserções serão migradas. O banco de dados da Sefaz acumula essas informações das notas fiscais”.

A cada dez notas fiscais é gerado um cupom para o sorteio, que é feito mensalmente todo dia 20. O cidadão pode compartilhar os créditos acumulados com uma instituição social. Os prêmios distribuídos variam de valores entre R$ 100,00 e R$ 30.000,00. Mais informações você encontra no site oficial da NFC https://nfa.sefaz.al.gov.br/nfa/.