Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1017
Quarta, 16 March 2022 15:33

No maior ciclo de concursos públicos da história de AL, mais 4.200 aprovados são nomeados

Certames fazem parte do maior ciclo de concursos públicos já promovido em Alagoas. Certames fazem parte do maior ciclo de concursos públicos já promovido em Alagoas. Márcio Ferreira

Os 4.200 aprovados nos concursos públicos da Saúde e da Educação foram nomeados, na manhã desta quarta-feira (16), pelo govenador Renan Filho, durante solenidade realizada no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso. Os dois certames fazem parte do maior ciclo de concursos públicos já promovido em Alagoas.

“Para cuidar melhor das pessoas, a gente precisa ter o ambiente adequado, bons profissionais selecionados por concurso e profissionais valorizados. Esse é o que chamo de ciclo completo da gestão que ocorre em Alagoas e, por isso, a gente tem visto tanta transformação positiva por aqui”, declarou Renan Filho.

A solenidade encheu de alegria o Teatro Gustavo Leite, no Centro de Convenções de Maceió, no bairro do Jaraguá. Os aprovados e seus familiares vibraram por mais uma etapa vencida até a posse, que acontece nos próximos dias.

“Estou muito feliz por esse momento”, declarou Tobias Falcão, aprovado para o cargo de professor de Educação Física, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). “Era uma expectativa muito grande, porque há muitos anos não havia concurso público nem para a saúde nem para a educação. A gente tem uma expectativa grande para uma renovação no quadro e uma perspectiva de fazer uma educação pública de qualidade no Estado de Alagoas”, completou.

Participaram da solenidade, os secretários de Estado da Saúde, Alexandre Ayres; da Educação, Rafael Brito; da Fazenda, George Santoro; e do Planejamento Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques.

O concurso da Saúde teve o resultado final divulgado no início de março. Serão preenchidas 1.200 vagas na área, além dos 3 mil professores da Educação, cujo resultado foi publicado no final de fevereiro.

“Esse é um momento de muita alegria, de a gente trazer mais professores, mais médicos para o Estado de Alagoas e reequipar as nossas unidades, prestando um melhor serviço à população”, avaliou George Santoro.

Os novos servidores da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) ocupam funções de nível médio e superior nos cargos de Assistente Social, Biomédico, Bioquímico, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico – diversas especialidades -, Nutricionista, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Técnico de Enfermagem, Técnico de Laboratório e Técnico de Radiologia.

Já as vagas referentes ao edital da Educação abrangeram 16 diferentes áreas, como pedagogia, ciências, português, matemática, história, geografia, entre outros, para atuar na educação básica. Os novos servidores da Educação exercerão papel fundamental nos avanços educacionais de Alagoas.

“ Esse é um momento muito feliz, que coroa esse novo momento da educação, essa ebulição de novas coisas que a gente vive”, destacou Rafael Brito.

Brenda Maia foi aprovada como professora de Artes e veio de Sergipe para o evento de nomeação. Ela conta que viu nos concursos públicos de Alagoas uma possibilidade de atuação na área.

"Ter sido aprovada é uma grande felicidade e estar aqui é uma grande felicidade também. Depois de tantas horas dedicadas ao estudo, de abrir mão de tanta coisa, de viajar até Alagoas para prestar esse concurso, este é realmente um grande sonho e estou ansiosa para contribuir com a Educação pública", disse emocionada.

Os dois certames fazem parte do maior ciclo de concursos já realizado em Alagoas, promovido pela Secretaria do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) e marca um período de importantes transformações na Gestão Pública do Estado.

“Essa é certamente a maior nomeação para a educação e para a saúde pública da história de Alagoas. Esperamos com isso dar um outro salto civilizatório”, enfatizou Fabrício Marques.

Prestigiaram, ainda, a solenidade o superintendente executivo do Instituto Unibanco, Ricardo Henriques; o ex-ministro da Educação e atual diretor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Henrique Paim; e o assessor especial do Instituto Unibanco, João Marcelo Borges.