Vida Nova nas Grotas será apresentado no Fórum Urbano Mundial em Abu Dhabi - SEFAZ - Secretaria da Fazenda do Estado de Alagoas
Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Sexta, 07 February 2020 11:25

Vida Nova nas Grotas será apresentado no Fórum Urbano Mundial em Abu Dhabi

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Programa desenvolvido pelo governo e ONU é exemplo de inovação e inclusão Programa desenvolvido pelo governo e ONU é exemplo de inovação e inclusão Márcio Ferreira

O Governo do Estado, representado pelas secretarias da Fazenda (Sefaz-AL) e do Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), vai participar da X Sessão do Fórum Urbano Mundial em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, entre os dias 8 e 13. A ação fará um balanço das abordagens e práticas inovadoras emergentes, para benefício da cultura e da inovação como impulsionadoras de uma urbanização sustentável, de forma a alcançar cidades mais inclusivas e resilientes.

Pela primeira vez, a conferência irá realizar-se num país do Médio Oriente. A ideia do evento é promover sinergias entre a tradição e a modernidade, criando espaços de convergência em comunidades multiculturais e multigeracionais, explorando o papel da cultura e da inovação na implementação da Nova Agenda Urbana.

Alagoas se apresenta como referência internacional em mobilidade e desenvolvimento urbano, por meio do Programa Vida Nova nas Grotas. Coordenado pela Sefaz-AL e desenvolvido em parceria com a ONU-Habitat e diversas secretarias e órgãos do Governo, tornou-se referência no Nordeste e foi um dos vencedores do Prêmio Governarte: A Arte do Bom Governo – Prêmio Eduardo Campos, concedido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

De acordo com o secretário da Fazenda, George Santoro, apresentar o Vida Nova nas Grotas para os 25 países presentes no Fórum é uma oportunidade de disseminar iniciativas que deram certo no Estado e têm ajudado milhares de alagoanos.

“O programa vem buscando novos horizontes, ampliando seu leque de ações com a implantação de projetos que promovem inclusão social e produtiva, oferecendo palestras, serviços e oficinas aos moradores das grotas. Esse é um trabalho que traz dignidade a todos que precisam, melhorando a vida das pessoas. Essa parceria tem um papel fundamental em todo o processo”, enfatiza.

Desde quando iniciou o projeto das Grotas, houve uma redução de 87,5 no número de mortes violentas nas comunidades contempladas. Foram R$ 134 milhões em investimentos, sendo R$ 87 milhões já investidos e R$ 47 milhões a investir até 2022. Ainda serão aplicados até R$ 32 milhões para beneficiar até 5 mil famílias com melhorias habitacionais. Dentre as grotas agraciadas, estão 27 concluídas, 14 previstas para 2020 e mais 26 até 2022. A expectativa é que 300 mil pessoas sejam beneficiadas até a conclusão do programa.

Vale frisar que foram gerados 1.370 empregos nas construções e reparos, sendo 70% de moradores. Quanto às obras, foram 1.271 escadarias, totalizando 32 km, proporcionando mais mobilidade; 14,9 mil casas beneficiadas com novas calçadas, com a construção de 52,5 mil m² de passeios; implantação de 130 pontilhões, evitando que os moradores pisem nos córregos ao transitarem; 45 km de corrimãos, garantindo um deslocamento seguro, incluindo idosos e gestantes; 3,9 km de muros de contenção, evitando o deslocamento de barreiras e o desalojamento de famílias; 12 km de canaletas de drenagem, assegurando o escoamento de água, principalmente na época de chuva, evitando alagamentos e 2,8 mil m² em pavimentações de ruas.

Para o coordenador do Programa Vida Nova nas Grotas, Nery Almeida, expor todos esses números só confirma os benefícios que o programa tem ofertado e que ainda trará para as comunidades carentes, garantindo a continuidade do projeto.

“No fórum, o mundo vai enxergar e criar expectativas para criar programas como esse. A ONU nos permitirá evidenciar isso. Tudo começou cuidando da urbanização dessas comunidades e foi crescendo até abranger parques, academias, quadras poliesportivas, etc. Se tornou um sucesso pelas ações sociais de saúde, educação e cultura que proporciona para as comunidades. Nosso objetivo é permanecer como um programa de sucesso, dando dignidade para aqueles que estão em vulnerabilidade social”, ressalta.

Também estarão presentes no evento a secretária Especial do Tesouro Estadual, Renata dos Santos e o secretário de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral.

Fórum Urbano Mundial

O Fórum Urbano Mundial foi criado em 2001 pelas Nações Unidas, com intuito de analisar a rápida urbanização e os seus impactos, nomeadamente políticos, econômicos e o nível das alterações climáticas. Trata-se de um fórum técnico não legislativo, convocado pela ONU-Habitat e realizado numa cidade diferente a cada dois anos.

Informações adicionais

  • Chapéu: INTERNACIONAL
  • Bigode: Ideia do evento é promover sinergias entre tradição e modernidade, criando espaços de convergência em comunidades multiculturais e multigeracionais
  • Repórter: Tatyane Barbosa
Ler 767 vezes Última modificação em Sexta, 07 February 2020 11:50