Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Quinta, 06 February 2020 10:51
PAGAMENTO

Sefaz premia sorteados da Nota Fiscal Cidadã especial de Natal

Na ocasião, foram inauguradas obras de melhorias na Casa do Coraçãozinho realizadas com recursos conquistados na Campanha

Do total do prêmio, R$ 1 milhão foi destinado para as instituições e R$ 1 milhão para pessoas físicas Do total do prêmio, R$ 1 milhão foi destinado para as instituições e R$ 1 milhão para pessoas físicas Ivo Neto
Texto de João Henrique Siqueira

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL) fez a entrega simbólica do pagamento referente ao sorteio da Nota Fiscal Cidadã (NFC) especial de Natal, ocorrido no mês de dezembro. O evento aconteceu nesta quarta-feira (05), na sede da Fundação Cordial (Casa do Coraçãozinho), no bairro da Gruta de Lourdes, em Maceió.

Na ocasião, o secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, conheceu o trabalho da Fundação e descerrou a placa de inauguração dos novos espaços na instituição.

Para Santoro, é sempre gratificante promover a cidadania, mostrar que a Educação Fiscal, através das ações da NFC, é possível mudar a realidade das entidades sociais como também ajuda a contribuir para o desenvolvimento do Estado.

“É um momento especial e festivo. A Campanha está crescendo cada vez mais. Não há sentimento melhor que descreva a felicidade em olhar nos olhos de cada representante das instituições e vê a alegria com o prêmio conquistado. Estamos inovando com a Educação Fiscal nas escolas, que vai sensibilizar os jovens em relação a Nota Fiscal Cidadã, que inclusive, tem melhorado bastante na arrecadação e receitas do Estado”, ponderou.

Com a NFC, a Casa do Coraçãozinho realizou a estruturação do parque tecnológico e administrativo da instituição, com aquisição de equipamentos, mobília, moveis ambulatoriais, computadores, softwares e disponibilização de quartos para as famílias.

Para o diretor executivo da Casa, Otoni Flávio Andrada Veríssimo, a Campanha  ajuda a auxiliar uma melhor prestação de serviços e assistências as crianças que tem problemas no coração e que são atendidas pelo SUS. “Temos muito a agradecer a toda equipe fazendária, porque a NFC contribui de forma eficaz, no imposto ser revertido nesses prêmios, para que possamos trabalhar em áreas onde ocorre alguns vazios assistenciais de cobertura. É nesse engajamento que conseguimos a motivação e fortalecimento a consolidar projetos”, destacou.

A Fundação Cardiovascular de Alagoas - Fundação Cordial (Casa do Coraçãozinho) é uma associação sem fins lucrativos que, em parceria com Governo de Alagoas, desenvolve projetos no tratamento e diagnóstico do infarto agudo do miocárdio, bem como no acolhimento, diagnóstico, tratamento cirúrgico e clínico das cardiopatias congênitas de crianças e recém-nascidos no Estado de Alagoas. No último sorteio, a entidade foi beneficiada com R$ 20 mil.

O Lar São Francisco de Assis foi beneficiado com R$ 30 mil e foi representado pela diretora Bethe Melo. “A Nota Fiscal Cidadã é uma benção para as instituições. Fizemos diversas reformas, conseguimos adquirir um automóvel, vários móveis, montamos uma gráfica dentro da instituição e economizamos muitas despesas, e com esse prêmio, agora vamos partir para a energia solar. Os nossos 80 idosos que o lar atende agradece imensamente o Governo por essa ação”, agradeceu.

O José Neves Barbosa conquistou R$ 20 mil como pessoa física. Para Barbosa, o prêmio incentiva a arrecadação para o Estado e traz benefícios ao consumidor. “Fiz o cadastro desde quando cheguei em Maceió. Me habituei em colocar o CPF em todas as compras, e hoje estou muito satisfeito, vai ajudar muito na minha situação financeira, garantindo uma estabilidade nas contas”, comemorou.

A Escola Creche Jesus de Nazaré também foi beneficiada com R$ 20 mil. Para a diretora Cícera Benedita da Silva Rego, um sonho se realiza a cada prêmio sorteado. “Participo desde o começo da Campanha, e mudou a nossa realidade. Hoje, temos um carro, geladeira, freezer, graças ao sorteio. A gente tá muito feliz, e esperamos que a Sefaz continue com essa ação, porque dependemos dos sorteios para fazermos muito mais para as nossas crianças e comunidades”.

Já o maceioense Anderson Rafael, não esperava ganhar o prêmio, mas sempre contribuiu colocando o CPF na nota com o intuito de reduzir as despesas no IPVA.  Levando um extra de R$ 15 mil, pretende quitar umas dívidas e viajar com a família.

A Rede Feminina de Combate ao Câncer foi premiada no valor de R$ 30 mil. A representante da instituição, Sônia Marinho, diz que pretende realizar um sonho de melhorar o acolhimento dos pacientes que estão em tratamento quimioterapia e radioterapia, e instalar energia solar. “Vamos continuar estimulando o trabalho de multiplicadores sociais, em adotar a nossa instituição. Agradeço a Fazenda por todo o apoio as entidades sociais do Estado”.

Sobre o sorteio

Do total do prêmio, R$ 1 milhão foi destinado para as instituições e R$ 1 milhão para pessoas físicas. As premiações variam entre R$ 100 a R$ 70 mil. Um total de 5.023 prêmios para os consumidores e 78 prêmios para as entidades. Foram consideradas aptas para o sorteio, as notas fiscais levantadas entre agosto e outubro de 2019.

Foram gerados 271.555 bilhetes, correspondentes a 90.685 CPFs participantes. De forma recorde, os números subiram significamente. Em 2018, foram gerados 132.466 bilhetes, um aumento de 105% para 2019. Já os números dos bilhetes pularam de 36.541 em 2018 para 90.685 em 2019, um avanço de 148%.

Das 93 instituições cadastradas e aptas a concorrer, o total de bilhetes foi de 19.137. Todos são oriundos do compartilhamento realizado por consumidores. Em 2018, foram 8.783 para 19.137 em 2019, um aumento de 117%.

Como apoiar

A NFC devolve ao consumidor parte dos impostos arrecadados via ICMS pelos estabelecimentos comerciais. Na prática, após comprar um produto, o estabelecimento paga o imposto dessa mercadoria para o Governo do Estado e até 10% do ICMS volta para o consumidor que pediu a nota, registrou seu CPF na hora da compra e se cadastrou na campanha.

Vale ressaltar que é possível compartilhar notas fiscais com uma instituição cadastrada na NFC. Ao todo são 98 entidades. A cada 10 notas fiscais o consumidor ganha um cupom. Quando ele compartilha, ganha o número de bilhetes em dobro.