Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Segunda, 23 December 2019 13:03
NOTA FISCAL

Nota Fiscal Cidadã muda a vida de instituições em Alagoas

Número de entidades cadastradas na campanha subiu para 93 em 2019

Crescimento no número de adesão impacta diretamente as entidades envolvidas. Crescimento no número de adesão impacta diretamente as entidades envolvidas. Ascom Sefaz
Texto de Layla Oliveira

A Nota Fiscal Cidadã (NFC) deixa uma marca de conquistas e solidariedade por onde passa. Sonhos são concretizados com a ajuda dos recursos distribuídos pela campanha, melhorando a vida de milhares de pessoas assistidas pelas instituições cadastradas.

Com os recursos da Nota foram realizadas implantações de energia solar, restaurações e construções de espaços físicos complementares, como padaria, biblioteca, centro de reabilitação; e ainda possibilitou a aquisição de móveis, eletrodomésticos e eletrônicos.

Foi assim com o Lar da Menina, que é cadastrado desde 2016. “Antes da NFC nós não tínhamos como realizar reformas na estrutura do nosso prédio, por exemplo. Hoje nós já pudemos melhorar nossas instalações para assim proporcionar mais qualidade de vida para as nossas meninas. Então, ter essa inscrição nos dá direito a fazer muito pelas nossas instituições”, explica a presidente do Lar, Jaci de Seixas.

Em 2019, foram gerados 271.755 bilhetes para os consumidores, oriundos das notas fiscais, sendo 90.685 deles decorrentes do compartilhamento de notas com as instituições cadastradas. Já para as entidades foram gerados 19.137 bilhetes.

Esse crescimento no número de adesão impacta diretamente as entidades envolvidas. Como a Sociedade Espírita Francisco de Assis, mais conhecida como Casa da Caridade, que utilizou os prêmios para reformar o prédio onde atende a população.

“Essa edificação tem 26 anos e nunca tinha sido reformada e pudemos fazer isso graças a nossa entrada na Nota Fiscal Cidadã. Então com o dinheiro, a gente tá trocando todo o piso, fazendo as salas, quatro banheiros, nova recepção. E com o último prêmio que ganhamos nós vamos fazer o nosso auditório”, conta o coordenador geral, Marcos Alencar.

Com esse histórico de realizações, 2019 não poderia ser diferente! Neste ano, foram sorteados R$ 7 milhões durante cinco premiações, beneficiando as 93 entidades parceiras e mais de 18 mil ganhadores na categoria pessoa física.

“Para nós é uma sensação de dever cumprido. Este ano superou nossas expectativas. Nós tínhamos uma meta, mas acabamos por superá-la, cresceu bastante o alcance da campanha. O número de instituições aumentou do ano passado para cá, o compartilhamento de notas também. É algo muito gratificante de se constatar”, declara a chefe de Educação Fiscal, Glácia Tavares.

A expectativa para 2020 é trabalhar mais para o Estado de Alagoas, através da NFC e iniciativas de educação fiscal que promovem cidadania e inclusão social para a população. “O apoio do secretário George Santoro, que sempre acreditou na campanha, também foi fundamental para prosseguirmos nesse ritmo de crescimento, ajudando cada vez mais pessoas através da Nota”, finaliza Glácia Tavares.  

Como apoiar

Ao pedir o CPF na nota e se cadastrar na Nota Fiscal Cidadã é possível compartilhar notas fiscais com alguma instituição cadastrada na campanha. A cada dez notas fiscais, o consumidor ganha um cupom. Quando compartilha alguma nota, ganha o número de cupons em dobro.

Sobre as instituições

O Lar da Menina é uma instituição sem fins econômicos, sua finalidade é prestar assistência a meninas, de 06 a 15 anos e que se encontre em situação de risco e/ou vulnerabilidade social. As crianças/adolescentes passam a semana acolhidas e nos fins de semana retornam para seus lares, todas moram em uma área de grande vulnerabilidade social e tem seus laços familiares fragilizados.

A Casa da Caridade é uma entidade que atende semanalmente mais de 150 pessoas, entre crianças, gestantes, adultos e idosos socialmente carentes. Entre suas finalidades principais estão o estudo teórico, a prática e difusão do Espiritismo, a caridade, envolvendo o atendimento e apoio ao ser humano de forma integral, a promoção da ética, da paz, da cidadania e dos direitos humanos.