Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Terça, 31 Outubro 2017 08:41
MAIS CONHECIMENTO

Servidores do Tesouro Estadual debatem orçamento e planejamento governamental

Curso contou com a participação do professor Márcio Medeiros e abordou plano plurianual

Servidores ainda receberão mais capacitações na área de contabilidade e auditoria fiscal Servidores ainda receberão mais capacitações na área de contabilidade e auditoria fiscal Débora Vieira
Texto de Débora Vieira

Para aprimorar os trabalhos do Tesouro Estadual, a Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) promoveu mais um curso do programa de capacitação com os servidores. O treinamento, que foi encerrado nesta sexta-feira (27), na Escola Fazendária, contou com a participação do especialista e subsecretário de orçamento do Espírito Santo, Márcio Medeiros.

 

Com o tema Orçamento e planejamento governamental, a primeira etapa do curso consistiu em um planejamento das ações do governo, onde os servidores puderam observar os diferentes aspectos do estado como um todo e também fizeram uma análise minuciosa do atual cenário fiscal. A ideia é traduzir isso em termos de políticas públicas por meio de um instrumento, definido pelo professor Márcio Medeiros como “plano plurianual”.

 

“Depois a gente passa por todo o processo de execução da despesa por meio da fixação dela no orçamento com base na receita que foi estimada e levando em consideração toda essa estratégia definida no plano”, detalha Medeiros, acrescentando também a importância de monitorar e avaliar esses gastos constantemente.

 

O último dia de curso contou com uma atividade, onde os participantes elaboraram um programa do plano plurianual e do orçamento. O exercício contou com as etapas de identificação do problema, determinação dos seus efeitos e elaboração de uma estratégia para alcançar um objetivo.

 

“Todo gasto público tem que ser organizado por programas, então essa é uma metodologia que a gente usa começando na problematização, identificam os efeitos e as causas dele, depois traçaram um objetivo e por fim detalharam a estratégia para alcançá-lo”, explicou o expecialista. 

 

Próximas capacitações

 

Além de debater as questões orçamentárias, os servidores que trabalham no tesouro estadual terão a oportunidade de participar ainda de mais outros cinco cursos, quatro voltados para a área de contabilidade e outro sobre auditoria fiscal.

 

 “Essa iniciativa é direcionada para quem trabalha diretamente acompanhando a execução orçamentária e estamos com esse programa de capacitação para agregar mais conhecimento nesse processo. É uma iniciativa que busca oferecer conteúdo teórico e prático sobre o assunto”, finaliza o superintendente do Tesou Estadual, Paulo Castro.  ​