Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Sexta, 25 Agosto 2017 16:13

Tesouro Estadual debate otimização da gestão financeira

Superar um desafio e integrar setores. Esta é a missão do Tesouro Estadual com a implantação do Sistema Integrado de administração financeira e Contábil de Alagoas (Siafe/AL). Pensando em alinhar este trabalho de superação e equilíbrio, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz/AL) promoveu, nesta sexta-feira (25), o 2º Encontro do Tesouro Estadual, voltado para cerca de 60 servidores fazendários nas áreas de finanças públicas, contabilidade e política fiscal.

 

Com a nova ferramenta de gestão orçamentária e financeira, mudança cultural e a ampliação do conhecimento sobre as atribuições de cada setor, foram temas que marcaram o encontro, o qual se firmou por promover o estímulo ao diálogo e a interação entre os participantes que compõem as superintendências e gerências do Tesouro.

 

“Por meio das atividades desta equipe que estamos conseguindo ter fôlego, ainda em um período econômico difícil. Isto é resultado de dedicação e compromisso com o trabalho minucioso, pois envolve análises, monitoramento e projeções constantes. Estamos trazendo modernização das ferramentas contábeis e promovendo capacitações para elevar ainda mais o nível do corpo técnico, trabalhos que farão grande diferença no desempenho e assim alcançarmos melhores resultados para Alagoas”, afirma o secretário de Fazenda George Santoro.

 

De acordo com a superintendente de Política Fiscal Monique Assis, a oportunidade serviu para falar sobre o trabalho de monitoramento e análises de indicadores fiscais e de composição e evolução dos gastos públicos, bem como das receitas do Estado de Alagoas, com a proposta de avaliar os impactos econômicos e financeiros da política fiscal, ressaltando os trabalhos que estão sendo realizados pelo setor.

 

“Além dos aspectos conjunturais, merece registro as atividades de natureza estrutural, pertinentes à elaboração de estudos e pesquisas voltadas ao aperfeiçoamento da política fiscal e, consequentemente, à promoção da sustentabilidade de longo prazo das finanças públicas”, ressalta.

 

Conquistas

 

Avanços obtidos desde o início da gestão em 2015 foram apontados no encontro como fruto de um trabalho minucioso do Tesouro para garantir o aumento da capacidade de investimentos do Estado e maior planejamento para uso e aplicação dos recursos originários de arrecadação, repasses federais e convênios.

 

Além da implantação do Siafe, a reestruturação e Lei Delegada; Criação da Secretaria do Tesouro, Superintendência de Política Fiscal e Gerência Especial de Dívida Pública e Convênios foram mencionadas como importantes conquistas.