Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Segunda, 28 Agosto 2017 13:10
TECNOLOGIA

Aplicativo permite funcionalidades da Nota Fiscal na palma da mão

Contribuinte terá acesso a consulta de créditos, alteração de senhas e realização de denúncias; equipe Iceberg criou o app durante o Hackathon da Sefaz

Equipe Iceberg desenvolveu ferramenta que possibilita acesso ágil ao sistema da Nota Fiscal Cidadã Equipe Iceberg desenvolveu ferramenta que possibilita acesso ágil ao sistema da Nota Fiscal Cidadã Divulgação
Texto de Felipe Miranda

A Nota Fiscal Cidadã (NFC) é um sucesso por motivos bem pontuais. O programa instiga a cidadania, reforça a consciência fiscal do contribuinte alagoano e promove o engajamento social. A lista de beneficiados com o programa é extensa.  Tão grande quanto a insanidade que invadiu o Centro de Convenções entre os dias 18 e 20 de agosto durante o Hackathon da Sefaz/AL. Uma espécie de reforço tecnológico que conversa com o processo de modernização da Fazenda Pública. É que a equipe Icerbeg, uma das inscritas na maratona, tirou do papel a ideia de reunir em um aplicativo para celular algumas funcionalidades da NFC que antes só podiam ser acessadas de forma presencial.

Um programador backend, um designer e dois programadores android foram necessários para dar vida ao aplicativo “Participa Alagoas/ Eu Cidadão”. Lucas Barros é bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Alagoas, Daniel San é graduando em Engenharia de Computação também pela Federal, Antônio Victor é técnico em informática e Luiza de Carvalho é designer. Juntos, eles formaram a equipe Iceberg.

“Esse nome foi uma brincadeira. Durante o evento fez muito frio por lá, logo optamos por Iceberg por significar uma Ilha de gelo”, explica Lucas Miranda. Segundo ele, houve uma divisão de tarefas para que tudo funcionasse dentro do esperado. “Cada membro da equipe tem sua especialidade, então optamos inicialmente por definir a ideia e o que iríamos adicionar para melhorar o aplicativo.”

Alteração de senhas, consulta de créditos, notificação de sorteios e denúncias automáticas são as principais funcionalidades do aplicativo “Participa Alagoas/ Eu Cidadão”, pensado por servidores da Sefaz/AL na primeira etapa da Jornada.

“Depois de muita conversa e definições, todos sabíamos como o aplicativo deveria ser. Iniciamos os trabalhos sempre com muita comunicação e trabalho em equipe“, lembra Barros. “Com o app a população vai poder consultar seus saldos, denunciar irregularidades nos estabelecimentos e compartilhar suas experiências no aplicativo.”

Apesar de o conceito para o aplicativo já existir e as equipes apenas migrarem essas ideias para estruturá-las, de fato, a equipe Iceberg precisou modificar alguns pontos do projeto a cada nova funcionalidade descoberta durante o processo de criação. Uma das palestras que aconteceram no evento serviu de inspiração para o grupo.

“Acrescentamos a funcionalidade Push, tecnologia que foi apresentada em uma das palestras do evento pelo Leandro Neves. Ela nos possibilitou criar denúncias através de chats com robôs tanto dentro do nosso aplicativo quanto nas maiores redes sociais de hoje, como por exemplo, o Facebook e Twiter”, conta Barros.

O aplicativo, que é uma iniciativa da Sefaz para o cidadão, também se tornou algo da equipe. “Isso por conta de nossas soluções e sacadas para torná-lo mais atrativo e melhor para os usuários”, explica Barros. Entre as novidades que o Participa Alagoas/Eu Cidadão vai disponibilizar para o contribuinte, uma barra que mostra uma contagem regressiva de números de notas fiscais que faltam para adquirir um novo bilhete para sorteios da Nota Fiscal Cidadã.

Criatividade e trabalho duro foram tudo que a equipe Iceberg empregou durante o Hackathon. “Uma equipe de profissionais competentes fez toda a diferença na hora de entregar um aplicativo de qualidade para a população”, defende o programador. Se sobrou talento, faltou tempo para dormir ou tomar banho. Mas tudo bem, a prioridade era outra ali. “É unânime que o cansaço foi o que mais pesou em todos nós. Conseguirmos tomar um único banho cada um e em tempo recorde.”

Se tantos esforços valeram a pena? A equipe defende que sim. “A amizade entre a equipe cresceu, aprendemos a lidar com as diferenças e ficamos sabendo um pouco mais sobre os nossos limites. Também fizemos muito networking e nossas relações interpessoais cresceram. Conseguimos estar entre os vencedores do Hackathon e isso foi incrível”, conta. Para o futuro, seguir construindo soluções que facilitem a vida das pessoas. “Sempre com muito estudo e honestidade.”​