Notícia

SEFAZ

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas
Terça, 20 October 2015 17:04

Reunião da Sefaz esclarece rotinas setoriais com contratação de 130 reeducandos

Encontro com gerentes e diretores aconteceu nesta terça (20), na Escola Fazendária

Texto de Ascom Sefaz

A Secretária de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) promoveu, nesta terça-feira (20), reunião entre gerentes e diretores da secretaria para adequar as rotinas setoriais com a contratação de mais 130 profissionais, oriundos do regime aberto e semiaberto do sistema prisional alagoano. O encontro aconteceu na Escola Fazendária (Efaz), em Jacarecica.

Para esclarecer dúvidas e alinhar informações, o encontro contou com palestra ministrada pela gerente de reintegração social da Superintendência de Administração Penitenciária (SAP), Shirley Mirely Araújo. A gerente iniciou o encontro estimulando a quebra de preconceitos possivelmente gerados pelas contratações.

“Este não será o primeiro trabalho deles. Eles [os reeducandos] vinham trabalhando por um, dois anos em outros órgãos e foram escolhidos por uma série de critérios, como comprometimento, responsabilidade e bom comportamento na vida carcerária. Fizemos a análise dos perfis e as escolhas se basearam naqueles que queriam mudar de vida, que queriam ter condições de sustentar a família”, explicou.

Araújo ainda frisou a cordialidade no convívio social como forma de reinserção, citando o exemplo como o melhor método de oportunizar a adaptação dos custodiados.

Segundo a gerente, a taxa de reincidência criminal registrada pelo sistema prisional alagoano é de 75%, porém, em relação aos custodiados englobados pelos Acordos de Cooperação, o percentual é ínfimo, apenas 0,28%.

O convênio firmado juntamente à Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) que contrata 130 reeducandos para desempenho de atividades na Sefaz e em suas unidades de atendimento foi assinado no último dia nove. Desde quinta-feira (15), existem custodiados trabalhando na Sefaz e suas unidades.

Em todo o estado, há 18 convênios em curso com um total de 280 custodiados em postos de trabalho em instituições como Casal, Universidade federal de Alagoas (Ufal), Secretaria de Segurança Pública, Corpo de Bombeiros Militar e Defensoria Pública.